18 agosto 2007

umbanda

e então que "bati cabeça". não faz muito tempo que fui conhecer o centro espírita assistencial nossa senhora da glória. começou com uma curiosidade antropológica, e nunca mais saí de lá. a umbanda invadiu meu coração de supetão, abarcando tudo o que é necessário para alimentar minha fé em algo maior. passei boa parte da minha vida em busca dessa liga que não encontrei em tantos lugares. religião tem disso, tem que combinar com nossa história e estilo de vida. umbanda é um trabalho fundamentado espiritualmente. uma miscigenação religiosa com raízes africanas, ameríndias, européias... um sincretismo que têm se consolidado no brasil desde novembro de 1908, quando zélio de moraes, incorporando o caboclo sete encruzilhadas, sofreu preconceito da federação espírita do estado do rio de janeiro. esse preconceito contra entidades que se manifestam como preto velho, caboclo e criança permanece até hoje, e a sistematização da umbanda ainda não se deu de forma paradigmática. não existe uma umbanda, mas muitas, espalhadas pelo brasil e o mundo, tendo em comum a direção do povo de aruanda e a busca por um caminho evolutivo fundamentado na humildade e na caridade pura.

7 comentários:

Rafael Cavalcanti disse...

Só para efeito de contraste, leia isto.

photographie disse...

ah... não consegui acessar o link!
=(

ju disse...

queria conversar mais com vc sobre isso.

photographie disse...

vamos conversar!

Maria disse...

parabens!! eu vi sua coragem no "meio" início disso tudo e nem vc sabia se chegaria no fim, mas eu sim!!! tenho certeza da sua coragem de mulher, da sua coragem de moça e de pessoa!! Que esse caminho seja longo e o aprendizado constante, e que as dores não te impeçam de seguir sempre em frente com esse sorriso lindo!! :)
beijos, muitas saudades!!

Carolina disse...

Amigo, vc poderia me informar quais os dias que tem sessão lá no centro espírita nossa senhora da Glória e quais os horários?

photographie disse...

Carolina,

As giras acontecem na segunda e sexta-feira às 20h (preto-velho e caboclo, respectivamente)e no domingo às 9h (criança). Lembrando que toda primeira sexta-feira do mês tem gira-grande. Vale ressaltar que essa programação pode variar em função das festas, por isso vale conferir o cronograma de cada mês, que fica disponível no mural da cantina!

Abraço!!!